terça-feira, 18 de julho de 2017

INDICADOR DE FALTA OU EXCESSO DE REGA EM ORQUÍDEAS

SUPER DICA


No inverno com dias mais curtos e menos ensolarados, o substrato acaba mantendo mais umidade por mais tempo, e quando há excesso de rega, temos aí um facilitador de entrada de fungos e consequentemente o apodrecimento das raízes.

Pecamos sempre pelo excesso e acabamos por levar nossa planta ao ataque de doenças, pragas e quiçá a morte.

Já abordamos que na duvida, é melhor não regar, assim como já ensinamos a colocar o dedo dentro do substrato e se sentirmos ele unido, não regar também... Mas, mesmo assim, seguimos com duvidas.

Então, aí vai uma super dica: Observação da ponta das raízes!

É isso mesmo!

Se você observar a ponta das raízes, variam do verde claro ao vermelho (esta coloração indica a tonalidade das flores, quanto mais verde a ponta da raiz, mais branca será a flor). 





Pois bem, vamos ao que interessa!

Logo acima da ponta da raiz vem o velame (a parte "prateada da raiz). O velame protege a raiz para que não fique exposta, e tem a função de absorver água e nutrientes, além de evitar a evaporação excessiva. 




Quando a orquídea vem sendo regada muito a ponta da raíz é menor que 0,5cm, quase sendo "engolida" pelo velame.

Quando as regas estão corretas o velame passa a ter de 1,5 a 2,5 cm.



Fazendo esta observação nas raízes de sua orquídea, você irá verificar se está regando de mais ou de menos, aumentando ou diminuindo as regas ou ainda, mudar o tipo de substrato em que está sua orquídea.

Um dos "sintomas" também de falta de água é quando a raiz para de crescer, a planta começa a desidratar e as folhas a enrugar, o que compromete o surgimento de novos brotos, afetando assim a floração. Porém se esperarmos por estes sinais poderemos perder a planta.

Lembre-se que os sinais de falta e excesso de rega são muito parecidos.

Sendo assim, a observação das pontas da raiz, torna-se um excelente indicador.


Nenhum comentário:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *