sexta-feira, 21 de julho de 2017

BULBOS ENRUGADOS EM ORQUÍDEAS

SERIA NORMAL? É FALTA OU EXCESSO DE ÁGUA? O QUE ESTÁ ACONTECENDO?




Os pseudobulbos (mais conhecidos como bulbos) são a estrutura de reserva das orquídeas e de onde sai as folhas, depois espatas e finalmente flores, por isso eles são super importantes e temos que cuidar muito bem deles ( além das raízes, é claro). Quando começam folhas e o alongamento deles, inicia a formação de espatas e flores e, é nesta fase que o cuidado com as regas deve ser maior. Nesta fase a planta se torna muito sensível a falta de água, essencial para qe as células se expandam e, se isso não ocorrer o pseudobulbo não atingirá o tamanho e poderá não haver floração.


Os pseudobulbos ficam enrugados basicamente pela desidratação.



Isso, geralmente ocorre por:

1 - Está faltando água! Lembrem que borrifar uma planta (névoa) não é regar.

2 - Rega em excesso!

Sim! Tanto a falta como o excesso podem levar a uma planta ficar com os pseudobulbos enrugados. Mas, como saber?

No caso do excesso como as raízes e o substrato estão encharcados elas não conseguem "respirar" e acabam sufocando e apodrecendo e, perdem as raízes e uma planta sem raiz está fadada à morte.

DICAS: 
1- sempre molhar quando o substrato está completamente seco.
2- Verifique as raízes se estão boas (é um indicativo)
3 - Verifique se o substrato não estão muito velho, esfarelando e com cheiro mais ácido.

As plantas em tocos, placas, etc, secam muito mais rápido, então faça regas mais vezes para evitar a desidratação.
Neste caso, verifique também se as raízes estão boas e se a planta está bem enraizada, se o local é bem iluminado. Se o adubo que você usa está certo.

Para termos certeza que estamos fazendo a coisa certa é só verificar o desenvolvimento da planta. Se a planta está se desenvolvendo bem , emitindo raízes, folhas, brotos, é sinal que está fazendo a coisa certa.

Se você apenas borrifa levemente sua planta, tem que pelo menos 1 vez na semana fazer uma rega em abundância. Deixar a água correr por debaixo do vaso, assim "lava" o substrato, retirando os sais acumulados pela adubação.

Devido a permeabilidade restrita de água para seu interior, a planta não consegue absorver toda a água contida no substrato, de que ela necessita, se as raízes estão morrendo, devido a falta de oxigenação no substrato, então quanto mais se molha, maior será a deficiência de água e nutrientes na planta.

A desidratação, mudanças bruscas de temperatura, ataque de pragas e doenças, deficiência nutricional, levam ao aborto de botões e flores.

Vamos entender tudo isso?

Na natureza as orquídeas, quando chove, são regadas abundantemente e logo suas raízes secam, pois como estão fixas nas árvores, sem substrato, não há o que retenha umidade, assim como a ventilação no local favorece a isso.

Já no cultivo em vaso, o substrato demora mais para secar, e quanto mais velho o substrato, mais tempo para secar leva.

O que fazer, então?
Se você tem orquídeas em árvores, tocos, tronquinhos, placas e afins, deve regá-las diariamente ou dia sim, no outro não, conforme o clima de sua região.

Já, em vasos, devemos ter em mente que cada vaso é único! Ou seja, vai depender do tipo de orquídea ( se ela gosta de mais ou menos umidade), que tipo de substrato está, qual o clima de sua região.

DICA: Sempre deixar as raízes ficarem secas antes da próxima rega, sem deixar elas encharcadas, pois irão apodrecer!

Quando comecei a cultivar, matei todas minhas orquídeas por excesso de água. Depois, matei outras por falta. Com dificuldades em saber quando tem excesso ou falta, mudei a forma de cultivo separando as que gostam de mais ou menos umidade das demais, assim como, tentar cultivar em vasos (cestas, cachepos, etc) de acordo com o tipo de orquídea. Em relação ao substrato, usei vários tipos, porém somente quando "criei" a mistura ideal para o tipo do clima da minha cidade e do qual minhas orquídeas se adaptaram as coisas começaram a ir para frente.

Outra coisa que faço: quando verifiquei que minha orquídea está desidratada por falta de água, ou quando trago orquídeas para casa com este sinal, as deixo mergulhadas em um recipiente com água e Complexo B (Tiamina) ou Vitagold - são 10 gotas/l.

Eu rego abundantemente, 1 vez na semana, todas minhas orquídeas e borrifo, levemente, diariamente as que estão em troncos, placas e cachepôs dependendo do clima (o que pode ser em dias alternados)






Nenhum comentário:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *