CYMBIDIUM

ORQUÍDEA CYMBIDIUM

Cymbidium Dorothy Stockstill

Com flores que podem durar de 30 a 60 dias, o Cymbidium é uma espécie muito valorizada. Valorizada no Japão, como planta ornamental, enfeitam a casa o ano inteiro, com suas flores ou simplesmente por duas lindas folhas.

Hoje em dia temos aproximadamente 44 espécies registradas, mas se levarmos em conta as variedades, este número pode chegar aos 70 e, se falarmos nos híbridos (devidamente registrados) passam dos 1.000.

Nativamente, o Cymbidium se encontra em quase todos os países da Ásia e Oceania. A mesma espécie pode ser encontrada vegetando em ambientes terrestres, epífitos e até rupícolas. Por isso, na hora de escolher o substrato não opte somente por terra! Além da terra compactar, impedindo a aeração das raízes, você poderá matar sua planta.

Uma dica é misturar pedra britada à outros substratos, como casca de pinus, madeiras envelhecidas, terra, etc. Pedriscos de rio ou argila expandida tb são opções.

Na hora de comprar uma Cymbidium precisa-se estar atento ao tipo de clima de cultivo, pois existem espécies de clima quente (poucas) e espécies de clima frio.

Uma dica para descobrir as de clima quente são geralmente as que têm flores do tipo miniatura e suas hastes são pendentes. 


Cym. devonianum


 Cym. daynu 

 Cym. Doroty - Cultivo Tati Rodrigues


É importante ressaltar que, as de clima frio só irão florescer se estiverem em temperatura em torno de 10°C, dificilmente irão florescer em regiões quentes, como nordeste, por exemplo.
 Cym. Cultivo Tati Rodrigues

  Cym. Cultivo Tati Rodrigues

  Cym. Cultivo Tati Rodrigues

  Cym. Cultivo Tati Rodrigues

  Cym. Cultivo Tati Rodrigues

  Cym. Cultivo Tati Rodrigues

 Apesar de gostarem de clima frio, não são muito tolerantes as geadas, portanto, proteja-as nestas épocas.

A preferência da maioria é pelo clima ameno de dia e temperaturas baixas a noite. Acredita-se que, é esse choque natural de temperaturas que favorece o surgimento das flores.

Pode dar um pouco de trabalho, mas se você já comprou uma Cymbidium de clima diferente da sua cidade, você pode fazer como alguns cultivadores, que dão um “choque térmico” ao anoitecer. É basicamente regar com água bem gelada, algumas vezes até pedras de gelo no cair da noite, e dar preferencia a utilização dos vasos de barro, pois se resfriam mais rapidamente.


A maioria é de pleno sol, mas existem as que se desenvolvem melhor em sombreamento de 40% a 60%, como é o caso das cultivadas em regiões de sol muito intenso. 

Parece difícil, né? 

Mas não é se você souber exatamente a planta que você tem. Por isso, eu recomendo que sempre comprem plantas com placas de identificação, pois só com o nome você será capaz de ter certeza dos cuidados que deverá ter com a sua orquídea, seja ela Cymbidium ou não.

E quando saber se minha Cymbidium vai dar haste ou broto?
Observe a foto abaixo:
Cultivo Tati Rodrigues

Só que aí vai mais uma dica..

Uma planta em local adequado possui folhas em tom de verde claro ou verde levemente amarelado. 

Caso as folhas estejam em tom verde escuro, provavelmente estão em local de baixa luminosidade, já as de folhas amarelas brilhantes ou com manchas, possivelmente estão recebendo excesso de luz. E isso vale para a maioria das orquídeas!
 Folhas verde claro - floridas

Folhas verde escuro - sem flor


A rega regular é recomendada, mas como muitos gêneros de orquídeas, elas também não gostam de estar constantemente encharcadas, geralmente o intervalo entre as regras é de uma semana, mas conforme a sua cidade ou a estação do ano, a quantidade de dias poderá variar para mais ou para menos. Mantenha-a úmida, mas nunca encharcada. E nada de pratinhos embaixo!

Outra recomendação minha é procurar, na hora da rega, sempre limpar as folhas de plantas que ficam em áreas externas, para evitar o acúmulo de poeira.

Mais uma dica boa e importante... quando você for aguar, faça isso abundantemente e observe o tempo que a água demora para sair pelos drenos (furos nos vasos), o ideal é que isso ocorra quase que imediatamente, se isso não acontecer é um grande indício de que a sua planta precisa ser replantada, ou seja, você terá que retirá-la do vaso, limpar o excesso de raízes e utilizar ou novo substrato ou esterilizar o antigo para reaproveitá-lo, pois pedriscos de rio, pedras britas e argila expandidas não se tornam ácidas com o tempo, como acontece com as cascas de pinus, por exemplo.


Se você precisa fazer o “choque térmico”, isso obrigatoriamente deverá ser ao anoitecer, portanto cuidado para molhar apenas as raízes. Eu costumo colocar umas 3 pedras de gelo ao invés de regar com a água gelada... hehehehhe

Na época pré-floração NPK (tipo 10-5-15, 20-15-30)- o importante é que a maior proporção seja a de potássio (K), a menor proporção seja a de fósforo (P) e o nitrogênio seja balanceado entre os dois, sendo maior que a quantidade de fósforo e menor que a de potássio, como descrito nas duas fórmulas acima. Essa adubação é pré-floração, meses antes do inverno, Após a floração, deverá ser invertido a proporção entre nitrogênio e potássio, ou seja menos potássio e mais nitrogênio, isso para favorecer o crescimento da planta, já que ela não estará em época de floração, estará em processo vegetativo e depois de crescimento (época que surgem novas folhas e novas mudas). Nesse caso, o NPK poderá ser 15-5-10, 30-15-20 ou similares. Além disso, ela precisará de outros nutrientes: cálcio (Ca), magnésio (Mg) e enxofre (S), dentre outros em menor quantidade. Os Cymbindiuns adoram adubos... Eu uso muito, além do NPK, o adubo orgânico.

Posso colocar meu Cymbidium em meu jardim? Qual o melhor local?

O Cymbidium é uma orquídea originária da Ásia e Austrália, gosta de luz e se adapta com mais facilidade às baixas temperaturas. Pode ser plantado e cultivado tanto em vasos quanto em jardins, e dessa forma receber luz direta do sol sem problemas. Tenha cuidado somente durante o período de floração (outono/inverno), pois o sol forte pode prejudicar suas flores.


Devo molhar o Cymbidium todo dia ou aguardar um período determinado? É preciso usar fertilizante ou adubo?

A planta deve ser pouco irrigada durante a floração. Utilize cerca de 300ml de água por vaso, em média 1x por semana, triplicando essa quantidade no período de crescimento das hastes. Evite que a água acumule no vaso ou no pratinho, para que não prejudique ou apodreçam as raízes. Quanto a adubação, utilize fertilizante específico para orquídeas, facilmente encontrado em qualquer hipermercado, seguindo sempre as orientações do fabricante na aplicação do produto.


Por quanto tempo terei as flores da minha orquídea? E o que preciso fazer para elas nascerem novamente?

As flores do Cymbidium costumar durar cerca de 30 dias, ultrapassando esse período em alguns casos. Depois da queda de todas as flores, corte as hastes a cerca de 5cm da sua base e mantenha os cuidados com irrigação e adubo. A planta deve ficar em ambiente livre do calor em excesso, para que floresça novamente durante o próximo outono ou inverno.











Nenhum comentário:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *